Thursday, March 29, 2007

Lume certo

Grito ao mundo calando a mágoa.Não me excedo em explicações e detesto questionários.Cada vez mais acalento em mim um gelo que me distancia do mundo, mas vejo que é esse gelo que me aproxima dele.É a indisciplina,a rebeldia amena que me conduzem neste asfalto que me queima os pés descalços.Sim,porque não tenho uma vida nada fácil(ainda bem).
Hoje foi mais um dia em que reparei que a minha existência não é em vão(não é mesmo),transportada à Índia compreendi muitos detalhes e senti-me em casa.Gosto de regressar a casa,onde me acolhem de braços abertos,os instantes são isso mesmo,plumas que caem suavemente num frasco de vidro límpido.E a música que lá se produz?É tranquila e sedosa,a fazer lembrar as ondas ao nascer do dia numa praia deserta. Ternura regeneradora.

Tuesday, March 27, 2007

Post : é para hoje???

Esperemos que dê para escrever o raio do post, já que o resto está alucinado,nesta noite estranha... Parece que está tudo em construção.Enfim,detalhes!
Estou a assistir a alienações,tão fria a comunicação humana.A linguagem da ramagem das árvores é mais inteligível e sentida!Não há respeito por ninguém,é lamentável!Não se pode ter uma conversa com pessoas que se acham o centro do mundo,porque coitadas,são pouco evoluídas.Não estou a criticar por criticar,apenas porque realmente chega uma altura em que já não há por onde se lhes pegue!Não são desejáveis,hoje e mais uma vez tive a prova disso quando numa leve passagem por uma sala de conversação confirmei que, realmente,o corpo é para eles a finalidade da existência,discriminando quem não partilhe dessa triste e opaca visão.Ausentei-me e não me puxa lá voltar,só que tem que haver uma voz que não siga o código deles e nesse aspecto sou precisa,nem que seja por ir acumulando sabedoria mesmo que através de conversas vazias e etiquetadas pela falsidade.Sei qual o caminho a seguir,isso reconforta-me.Ainda bem que não passo o dia e a noite nessas salas de chat,como se não houvesse outra vida além da virtual.Poucos amigos fiz(estão na minha alma) nas minhas curtas passagens por esses sítios,porque será?Eu sei a resposta.Estou noutro nível,sempre estive!Agora pergunto,haverá realmente grandes amizades virtuais?Valerá a pena?Para dizer a verdade ando desencantada com este mundo,apesar de me sentir bem no blog,por exemplo.Ou será por não ser uma pita deslumbrada que sou tão criticada?Mas que grande ironia!Já podia ser mãe,às vezes esqueço-me disso.
Está a fazer-me bem este espaço que timidamente estou a criar,é um espelho de um espelho.Hoje um post de desabafo,amanhã um recomeço.Ainda acredito na Beleza que a escuridão transmite `a luminosidade ofuscante.Acorda!Segue em frente!Alma:reencontra-te.
MM

Saturday, March 24, 2007

Estrada de emoções

A hora acaba de mudar e nem relógio uso, não me faz diferença.Na Tv,nada de jeito,para não variar.Não me apetece Poesia , não me apetece lembrar. A esta hora muitos mortais estão a divertir-se ou a fingir que... em muitos lugares inundados pelo odor do álcool e de outras substâncias nocivas.Não me incomoda pois escolhi este caminho solitário,por outro lado sei que não está a ser fácil,eu não tenho uma vida normal,mas também,quem disse que ser normal é realmente ser normal?Sinto-me bem assim,limpa desses detritos pseudo-intelectuais e de toda essa camarilha de pessoas cínicas e imprestáveis que durante a noite são uma simpatia e durante o dia autênticos reflexos de cimento.Não bebo,não uso drogas,não pratico a luxúria barata.Não sou freira,no entanto é-me pedido que releve,"eles não sabem o que fazem"...
Dantes,nesta noite de sábado estaria a participar de uma qualquer orgia de sensações ou de uma tertúlia vazia entre seres entediantes e compulsivos.Agora estou, calmamente, a observar caminhos que se esfumaram e uma estrada que me convida a caminhá-la sem pressas e com responsabilidade.Aprendi a desprender-me, a não ficar dependente de um passado.Eis-me aqui, uma nova Mulher.Nunca gostei tanto da minha solitudine como agora,porque é bem doseada e inocente, não se presta a pessimismos idiotas ou a um romantismo idiota;é genuína e silente.
Aprendi que in absentia a madrugada reluz para aqueles que,como eu,fizeram do sofrer a arte de bem viver,porque sabemos que a alegria só assim vale a pena.
Principia,oficialmente,a Primavera.

Friday, March 23, 2007

O Que me apetecia...

Que fosse mais cedo e eu pudesse escrever isto sem laivos de sono.Que ainda não fosse de madrugada.Que...sei lá mais o quê.Depois continuo,agora não me apetece.Flores para todos.

Thursday, March 22, 2007

Não me apetece título lol

Quando aqui chego para escrever,é sempre a mesma coisa.Parece que tenho vergonha,e não tenho.É talvez a habituação à minha masmorra interior.Mas sei que chegou a hora de gritar,sem condicionalismos e de calar se me apetecer.Começo a ganhar o hábito saudável de não ir deitar-me,ou pelo menos,não deixar passar o dia sem escrever um pouco aqui.Mesmo que não diga nada de jeito,paciência,nunca fui muito extrovertida,o que impede que as pessoas cheguem ao âmago da minha Alma(aliás dou uma flor a quem o conseguir)...
Continuo a gostar muito da noite,não há ruídos exteriores,apenas o meu circuito interno a reclamar um cigarro(bem feita,não esbanjasses).Mas agora vou dormir,e sonhar muito.
M.M.

Saturday, March 17, 2007

GARRA

Ganhamos,merecemos,persistiremos.100% SPORTING CLUBE DE PORTUGAL

Thursday, March 15, 2007

TEMPLO DA ESTÁTUA VIVA: REGRESSANDO-ME

TEMPLO DA ESTÁTUA VIVA: REGRESSANDO-ME

REGRESSANDO-ME

À eterna enamorada morada
de mim mesma
dedico
esta intensa emoção de misantropia
calando o
sabor áspero da agonia.

Monday, March 12, 2007

Pensamentos e Realidades paralelas

Há já algum tempo que não escrevo conscientemente.Partículas de sombra envolviam-me os pensamentos.O jogo era para ser jogado numa amistosa cândura de sentidos e sentimentos.Mas...sempre um mas...não facilitavam a tarefa.Vejo agora,claramente,que não devo valorizar estratagemas ilegalmente insidiosos.Sempre à espreita,mas eu não quero.Já não quero brincar às escondidas.

Thursday, March 1, 2007

Persistência/Vae Victi

A Persistência é a chave para alcançar o sucesso.Sempre guerreira.Viseira erguida,Alma brilhante.
Sei que puseram em causa o meu trabalho,mas não admito,admito apenas que me apontem erros justificados para que eu possa corrigi-los,de outra forma,se gostam ou não da minha letra,se não gostam do meu estilo literário,que posso eu fazer?Simples,muito simples,seguir em frente:Tenho valor pelo que sou e pelo que a experiência me tem ensinado,não sou um produto do tédio que caracteriza certas individualidades ridículas;EU SOU AQUILO QUE SOU.E mantenho-me fiel a mim própria.O que vale,encarei a situação com naturalidade,era previsível.Mas não perdem pela demora,há sempre a causa e o efeito.
Mas a Persistência levou-me à Glória,esforço compensado e devidamente reconhecido,pugnei e alcancei a Vitória,com um gosto muito docinho e acolhedor.O meu futuro dependia disto,houve compreensão e até Amizade.Que sirva de exemplo aos egocêntricos e àqueles que se acham donos da Razão(saberão eles utilizar a Razão?Não me parece...),há mentes mais cintilantes que não andam de megafone a anunciar a cátedra!E é nesta simplicidade que me revejo e com ela aprendo a SAVOIR VIVRE.
Portanto,hoje só posso dizer:Obrigado,Amigos.Um grande feixe de Luz cósmica vos envolva e vos guie sempre.Um bem-haja.